Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao continuar a navegar no nosso site está a aceitar a sua utilização. OK

Apresentação do livro "Dante lettore a Verona" de Caterina Crestani

Data:

19/05/am


Apresentação do livro

Apresentação do livro "Dante lettore a Verona. Biblioteche e libri al tempo degli Scaligeri" (Il Poligrafo, 2021) de Caterina Crestani sobre as bibliotecas e o ambiente cultural de Verona no século XIV, bem como a influência da família della Scala, na época em que Dante frequentou a cidade.

Com a presença da autora e a participação de Alberto Manguel. Evento em língua italiana e português (tradução consecutiva).

A Biblioteca Capitular de Verona está entre as poucas bibliotecas históricas com raízes diretas na Idade Média e constitui um importante ponto de referência para os estudos sobre Dante e a história da cultura do livro em Verona. O século XIV inicia-se em Verona com a presença de Dante Alighieri: na cidade o exilado florentino encontrou hospitalidade e inspiração literária para ali elaborar, durante a sua primeira estadia, os tratados De vulgari eloquentia e Il Convivio; quando lá voltou, como convidado do Cangrande della Scala, pretendia redigir Paradiso e talvez também o tratado Monarchia.

Evocando Dante, este livro contribui para a história da cultura do livro em Verona no século XIV, com incursões nos séculos XIII e XV. Constitui um passeio cronológico que apresenta todas as bibliotecas da cidade - eclesiásticas e privadas - que formaram o pano de fundo da estadia de Alighieri em Verona e descreve como, na corte dos Scaligeri, funcionários, chanceleres, notários e escritores chegaram à posse de antigos e preciosos manuscritos da Capitular para enriquecer as suas coleções pessoais. Manuscritos que ainda hoje são preservados em bibliotecas modernas - como a Biblioteca Apostólica do Vaticano, a Bibliothèque nationale de France e a Biblioteca Cívica de Verona - e que testemunham a raridade do corpus de obras que circulavam na cidade e a vivacidade cultural do pré-humanismo veronês.

Caterina Crestani é doutora em Filologia e técnicas de interpretação pela Universidade Ca' Foscari de Veneza e graduada em Biblioteconomia pela Escola de Biblioteconomia da Biblioteca Apostólica do Vaticano. Especialista em filologia medieval e humanística pela Universidade de Verona e especialista em história medieval pela Universidade de Pádua, foi investigadora do Departamento de Culturas e Civilizações da Universidade de Verona. Publicou ensaios sobre a história das bibliotecas medievais e humanísticas.

Informações

Data: Qui. 19 maio 2022

Horário: Das 17:00 às 18:00

Organizado por : Biblioteca Nacional de Portugal

Em colaboração com : Istituto Italiano di Cultura

Entrada : Livre


Localidade:

Auditório da Biblioteca Nacional de Portugal, Campo Grande 83 - Lisboa

1934