Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao continuar a navegar no nosso site está a aceitar a sua utilização. OK

Exposição "Universo Olivetti. Comunidade como Utopia Concreta" em Lisboa

Data:

07/04/am


Exposição

A itinerância mundial da exposição “Universo Olivetti. Comunidade como Utopia Concreta” chega a Lisboa na Centrale Tejo do maat, após as etapas em Ecaterimburgo, Berlim, Madrid e Matosinhos.

Inauguração: Quinta-feira, 7 de abril, entre as 18h e as 20h

Entrada gratuita no dia da inauguração, paga de 8/4 a 30/5

Entre as 18h00 e as 18h30 terá lugar uma conversa entre Francesca Limana, uma das curadoras da exposição e Stefano Scaramuzzino, diretor do Instituto Italiano de Cultura de Lisboa.

Organizada pelo Instituto Italiano de Cultura de Lisboa, sob a égide da Embaixada de Itália, em colaboração com o maat, Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia de Lisboa, a exposição pretende aprofundar o conhecimento de uma das figuras mais poliédricas e extraordinárias na história da indústria italiana e mundial do século XX: Adriano Olivetti.

Empresário, industrial, editor, intelectual e político, inovador social e precursor da urbanística, Olivetti soube conjugar processo produtivo, responsabilidade social e atenção ao território urbano. Criando, entre 1930 e 1960, um modelo de empresa único, inovador e vanguardista, que revolucionou a cultura empresarial do século XX, sendo, ainda hoje, reconhecido como um dos exemplos mais atuais e avançados de sustentabilidade.

Promovida pelo Ministério dos Negócios Estrangeiros e da Cooperação Internacional de Itália, realizasda pelo MAXXI Museo nazionale delle arti del XXI secolo e pela Fondazione Adriano Olivetti, com a curadoria de Pippo Ciorra do MAXXI e de Francesca Limana e Matilde Trevisani da FAO, a exposição conta também com o apoio da Olivetti Spa (main sponsor) e de Translated srl (sponsor), para além da colaboração da Associazione Archivio Storico Olivetti (partner técnico), do Archivio Nazionale Cinema d’Impresa, Archivio Centrale dello Stato, Archivio Gabetti e Isola, Archivio Gianni Berengo Gardin, CSAC, Laboratorio-Museo Tecnologic@mente di Ivrea, Rai Teche.

A plataforma expositiva, caraterizada por um projeto gráfico preciso e de grande impacto comunicativo, permite ter acesso a grandes temas relacionados com a empresa Olivetti e a sua cultura: o projeto industrial, os códigos do estilo Olivetti, os serviços culturais, o bem-estar, o planeamento urbanístico e, por fim, o projeto de Comunidade. Estes temas são contados através de quatro grandes seções temáticas Fábrica, Cultura e Imagem, Cidade e Política, Sociedade, cada uma ilustrada com uma grande variedade de elementos gráficos, documentos de arquivo, reproduções e reinterpretações fotográficas, sendo desenvolvida de forma interdisciplinar, num diálogo entre arquitetura, design, fotografia, edição..

“Dentro de mim não há nada, senão o futuro”. Retomando esta sua citação podemos dizer que Adriano Olivetti foi um empresário futurista, um visionário como poucos, símbolo do made in Italy, capaz de ver mais além, de acreditar na inovação tecnológica e numa abordagem criativa, colocando sempre no centro a pessoa e as suas necessidades, a equidade social e a dignidade dos trabalhadores e das trabalhadoras.

Este é o grande legado que Olivetti transmitiu à posteridade, um modelo virtuoso de gestão empresarial criativa, dedicada à inovação, à inclusão social e ao progresso do indivíduo. Esta herança levou à recente inscrição de Ivrea cidade industrial do século XX e das suas arquiteturas mais importantes na Lista do Património Mundial da UNESCO, confirmando o valor universal da obra de Olivetti, personificado no espírito de Comunidade “materialmente mais fascinante e espiritualmente mais elevada”.

O objetivo de Adriano Olivetti foi sempre o de criar um novo modelo cultural e social: a fábrica não apenas enquanto lugar de trabalho, mas também como lugar de cultura em que investigação tecnológica, design, arquitetura e sustentabilidade se pudessem integrar num modelo inovador entre empresa e sociedade, ainda hoje considerado exemplar.

Patente ao público até 30 de maio de 2022, das 11h00 às 19h00 (encerrada às Terças-feiras e dia 1 de maio)

Informações

Data: DE Qui. 7 Abr. 2022 a Seg. 30 maio 2022

Organizado por : Istituto Italiano di Cultura

Em colaboração com : maat, Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia

Entrada : A pagamento


Localidade:

Central Tejo do maat, Av. de Brasília - Lisboa

1925