Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao continuar a navegar no nosso site está a aceitar a sua utilização. OK

Concerto Cosmopolitismo do barroco português | Ciclo "Noites de Queluz - Tempestade e Galanterie"

Data:

13/11/am


Concerto Cosmopolitismo do barroco português | Ciclo

Concerto Cosmopolitismo do barroco português, no âmbito do Ciclo "Noites de Queluz - Tempestade e Galanterie", organizado pela Parques de Sintra com o apoio do Instituto Italiano de Cultura.

ANA VIEIRA LEITE (soprano)

DIVINO SOSPIRO
Violinos: Iskrena Yordanova; Mauro Massa; César Nogueira; Gabriele Politi; Elisa Bestetti; Lorenzo Gugole; Raquel Cravino
Violetas: Nuno Mendes; Lúcio Ferreira
Violoncelos: Ana Raquel Pinheiro; Fernando Santiago
Contrabaixo: Paolo Bogno
Teorba: Pietro Prosser
Fagote: Giulia Breschi
Cravo: José Carlos Araújo

MASSIMO MAZZEO (direção musical)

Cosmopolitismo do Barroco português
A chegada de D. João V ao poder, em 1706, foi a ‘pedra de toque’ de uma grande mudança cultural em Portugal, que no caso da música se traduziu num profundo corte com a tradição herdada. O novo gosto musical, promovido pela rainha Maria Ana de Áustria, instituiu os modelos do Barroco italiano então predominantes por toda a Europa, colocando a música portuguesa estilisticamente au pair com as demais nações. Este concerto percorre a era do rei Magnânimo e estende-se pelas duas gerações seguintes de compositores, alcançando assim a fase final do Antigo Regime. (Bernardo Mariano, musicólogo)

PROGRAMA

Carlos Seixas (1704-1762)

Sonata em Sol menor, K.49

  • Allegro
  • Adagio
  • Andantino
  • Amoroso
  • Allegro assai

Francisco António de Almeida (1702-1755?)

Cantata A quel leggiadro volto, para soprano, violinos e baixo contínuo

  • Recitativo A quel leggiadro volto
  • Ária Lascia per un momento
  • Recitativo Torni alle meste luci
  • Ária Da nembi e da procelle

Antonio Vivaldi (1678-1741)

Sonata em Ré menor, Op.1/12 Rv 63, La Folia

António Teixeira (1707 – 1774)

Ópera As guerras do alecrim e manjerona

  • Ária Dirá ao Meu Bem

Domenico Scarlatti (1685 – 1757) - Charles Avison (1709 – 1770)

Concerto Grosso

Pedro António Avondando (1714-1782)

Oratória Morte d’Abel

  • Ária Questi al cor

João de Sousa Carvalho (1745 – 1799)

Ópera Alcione

  • Ária Se l’interno affanno mio

 

Preço: 15 €

Mais informações: info@parquesdesintra.pt; tel 219237300

Informações

Data: Sáb. 13 Nov. 2021

Horário: Às 21:30

Organizado por : Parques de Sintra - Monte da Lua; Divino Sospiro

Em colaboração com : Istituto Italiano di Cultura

Entrada : A pagamento


Localidade:

Sala do Trono do Palácio Nacional de Queluz - Queluz

1873