Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao continuar a navegar no nosso site está a aceitar a sua utilização. OK

#IICSEMPRECONTIGO #148 | Exposição "Villas e Jardins dos Medici na Toscana"

Data:

11/12/am


#IICSEMPRECONTIGO #148 |  Exposição

Exposição "Villas e Jardins dos Medici na Toscana", organizada pelo Instituto Italiano de Cultura e pelo Palácio Nacional da Ajuda, em colaboração com a Regione Toscana.

A exposição está patente de 11 de Dezembro de 2020 a 31 de Janeiro de 2021
das 10h00 às 17h00 excepto às Quintas-feiras
Capela do Palácio Nacional da Ajuda - Lisboa

Info: tel. 213 637 095; www.palacioajuda.pt;  www.iiclisbona.esteri.it

A exposição, concebida pelo IIC de Lisboa juntamente com a Região Toscana, foi criada e transposta graficamente, enriquecida também por uma investigação de conteúdos, pelo ilustrador Paolo Marabotto.

O complexo Villas e Jardins dos Medici na Toscana, que faz parte da Lista dos Bens Culturais e Naturais do Património Mundial da UNESCO é constituído por 14 villas e jardins da família Medici situados na Toscana, região que foi a sua pátria e sede da Signoria que tem o seu nome.

A família dos Medici foi uma das mais importantes da época do Humanismo e do Renascimento, protagonista da História italiana e europeia do século XV ao século XVIII. O poder e a influência económica, política e territorial desta família, que enriqueceu graças a uma rede excecional de atividades comerciais e financeiras, transpuseram as fronteiras territoriais a partir da zona de origem de Mugello, nos Apeninos, para se estenderam a toda a Toscana, Itália e Europa. Inúmeras personagens pertencentes à dinastia dos Medici foram figuras de relevo para a História moderna, entre as quais Lorenzo, o Magnífico, os papas Leão X e Clemente VII, e a rainha de França Catarina de’ Medici.
Assim, a família Medici dominou durante várias gerações a cena cultural, espiritual e científica do seu tempo: foram extraordinários mecenas das artes; a eles se deve a transformação do território na passagem da época medieval para a Idade Moderna, bem como contributos fundamentais para a revolução cultural que determinou o nascimento do pensamento moderno.

A expressão máxima do poder dos Medici cumpriu-se no formato de “villa com jardim”, uma nova modalidade de residência, sinal de um sistema extremamente inovador de gestão e organização do território.
A “villa com jardim” marcou a passagem da ocupação feudal da terra e da tipologia imobiliária fortificada para uma conceção do território como lugar pacificado onde a arquitetura está numa renovada relação dialética e aberta com os elementos naturais pertinentes e a paisagem circundante.

Das 36 propriedades dos Medici registadas, apenas 14, escolhidas pela sua representatividade, entraram na Lista de Património Mundial, pela sua aclamada relevância cultural, artística e paisagística determinada por uma autenticidade e uma integridade funcional, estrutural e visual de exceção.

Neste complexo figuram os bens hereditários de Cafaggiolo e Trebbio, que pertenciam aos Medici desde o século XIV. Seguem-se a Villa de Careggi comprada em 1417, a de Fiesole de 1458, Castello de 1477, Poggio a Caiano iniciada em 1479, Petraia de 1544, o Jardim de Boboli de 1550, Cerreto Guidi de 1555, Seravezza de 1561, Pratolino de 1568, Magia de 1584, Artimino de 1593 e, por fim, Poggio Imperiale de 1622.

Informações

Data: DE Sex. 11 Dez. 2020 a Dom. 31 Jan. 2021

Horário: Das 10:00 às 17:00

Organizado por : Istituto Italiano di Cultura, Palácio Nacional da Ajuda

Em colaboração com : Regione Toscana

Entrada : Livre


Localidade:

Capela do Palácio Nacional da Ajuda, Largo da Ajuda - Lisboa

1777