Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao continuar a navegar no nosso site está a aceitar a sua utilização. OK

#IICSEMPRECONTIGO #124 | Exposição WHAT WE WANT de Francesco Jodice

Data:

28/10/am


#IICSEMPRECONTIGO #124 | Exposição WHAT WE WANT de Francesco Jodice

Abertura da Exposição WHAT WE WANT de Francesco Jodice, organizada pelo Instituto Italiano de Cultura, em colaboração com o Museu Nacional dos Coches de Lisboa.

Exposição patente na Sala Jardim de Belém do Museu Nacional dos Coches de Lisboa
de 29 de Outubro de 2020 a 3 de Janeiro de 2021
de Terça a Domingo: das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 17h00 

“What We Want” é o título de um dos principais projetos de Jodice que teve início em 1995 e continua até hoje com o objetivo de eternizar a mudança na paisagem vista como uma projeção dos desejos coletivos da sociedade atual. Nas suas obras, Jodice capta a essência dos contextos urbano e sociais de cerca de 180 metrópoles nos cinco continentes.
Uma significativa seleção de vinte locais é apresentada em Lisboa, juntamente com a exibição do primeiro filme de 2006, da trilogia “Citytellers”, focada em novas formas de urbanismo e dedicada a São Paulo do Brasil.

Nesta exposição, que se abre com o mapa dos lugares tocados por Jodice, o visitante repercorre o itinerário muito pessoal do autor, refletindo sobre o papel artístico e social da fotografia e de como esta, em conjunto com outras técnicas, “nos pode devolver a observação das coisas do mundo” (Francesco Jodice).

A exposição, com a curadoria de Angela Tecce, historiadora da arte e membro da Comissão Científica da Coleção de Arte da Farnesina (Ministério dos Negócios Estrangeiros de Itália) e montagem a cargo do arquiteto Nadir Bonaccorso, pretende representar, alternando o uso de diferentes linguagens (fotos, vídeos e instalações), a ideia de beleza na era da globalização.

As imagens expostas serão acompanhadas por uma performance em que o artista, por meio de um processo educativo e artístico, envolve jovens pré-adolescentes a copiarem a lápis os textos de apresentação das obras, escritos por ele antes de fotografar. Os jovens serão convidados a transcrever os textos sem corrigir ou eliminar erros, "para dar consciência à nova geração do quão grande, variado e contraditório é o mundo que os espera” (Angela Tecce)

Francesco Jodice nasceu em Nápoles em 1967. Vive em Milão. A sua pesquisa artística investiga as mutações da paisagem social contemporânea, concedendo particular atenção aos fenómenos da antropologia urbana e à produção de novos processos de participação. Os seus projectos têm como finalidade a construção de um terreno comum entre arte e geopolítica, propondo a prática artística como poética civil. Ensina no Biennio di Arti Visive e Studi Curatoriali (Biénio de Artes Visuais e Estudos Curatoriais) e no Mestrado de Fotografia e Design Visual (Master in Photography and Visual Design) da NABA – Nuova Accademia di Belle Arti, de Milão (Nova Academia de Belas-Artes de Milão). Foi um dos fundadores dos grupos Multiplicity e Zapruder. Participou em grandes exposições colectivas como a Documenta, a Bienal de Veneza, a Bienal de São Paulo, a Trienal do ICP de Nova Iorque, a segunda Bienal de Yinchuan, e expôs no Castello di Rivoli (Turim), na Tate Modern (Londres) e no Prado (Madrid). Entre os seus projectos principais contam-se o atlante fotográfico What We Want, um observatório sobre as modificações da paisagem enquanto projecção dos desejos colectivos, o arquivo de perseguições urbanas The Secret Traces e a trilogia de filmes sobre novas formas de urbanismo Citytellers. Os seus trabalhos mais recentes – Atlante, American Recordings, West e Rivoluzioni – exploram os possíveis cenários futuros do Ocidente.

Site oficial do artista: www.francescojodice.com/cover.php

Agradecimentos:

Galleria Umberto di Marino de Nápoles

Alunos do Colégio do Bom Sucesso de Lisboa

Informações

Data: DE Qua. 28 Out. 2020 a Dom. 3 Jan. 2021

Organizado por : Istituto Italiano di Cultura

Em colaboração com : Museu Nacional dos Coches

Entrada : Livre


Localidade:

Sala Jardim de Belém, Museu Nacional dos Coches, Av. da Índia, 136 - Lisboa

1738